Tag Archives: Obras

Câmara debaterá demora na entrega de chaves de residenciais em Sorocaba

A Câmara Municipal de Sorocaba, por iniciativa do vereador Carlos Leite (PT) promoverá, na próxima sexta-feira (21) às 18:30hs, audiência pública com o tema “Quando serão entregues as chaves do Residencial Carandá e Altos de Ipanema?”, para debater a demora da administração municipal em permitir o acesso dos contemplados com os apartamentos às suas unidades.

jardimcaranda326-12-1024x576

“Não entendemos a demora da Prefeitura de realizar a entrega das chaves para as famílias contempladas, já que os sorteios foram realizados e a documentação entregue. São milhares de pessoas que esperam entrar em suas casas próprias, que estão nos buscando e reclamando da demora em permitir a ocupação legal dos imóveis”, destaca o vereador Carlos Leite.

“Esperamos que a Prefeitura envie seus representantes em nossa audiência pública para explicar essa demora que, em nossa perspectiva, é injustificável”, salienta Leite.

O primeiro sorteio das pessoas que ocuparão as unidades do Carandá ocorreu no dia 16 de agosto de 2014. Já os apartamentos do Altos do Ipanema foram sorteados no dia 29 de junho deste ano.

O Condomínio Residencial Jardim Carandá, que fica no bairro Caguaçú, conta com 2.560 moradias, integrantes do Programa “Minha Casa Minha Vida”. A obra conta com R$ 179.200.000,00 reais do Governo Federal, do total de R$ 226.304.000,00 de investimentos, o que representa 79% da verba total.

O Carandá tem 2.560 apartamentos de 47 m2, divididos em sala, cozinha, banheiro e dois quartos, além de vaga de garagem. O imóvel é financiado pelo Banco do Brasil, com 94% de subsídio por programas de habitação dos governos federal e estadual.

O Residencial Jardim Altos do Ipanema também fica no bairro Caguaçú. São 2.160 apartamentos de 47 m², divididos em sala, cozinha, banheiro e dois quartos, além de vaga de garagem. A Caixa Econômica Federal é a financiadora e cerca de 94% do valor do imóvel são subsidiados pelos governos Federal (Minha Casa Minha Vida) e Estadual (Casa Paulista). A diferença fica por conta do proprietário, que quita a dívida em parcelas mensais correspondentes a até 5% da renda familiar, ao longo de dez anos.

Carlos Leite cobra pavimentação da Av. 3 de Março

Avenida 3 de Março segue sem asfalto.

Avenida 3 de Março segue sem asfalto.

O vereador Carlos Leite (PT) está questionando a Prefeitura Municipal, via requerimento, sobre a pavimentação da Avenida 3 de Março, que liga o Alto da Boa Vista com a região do bairro Aparecidinha.

Em reunião realizada com moradores e com o representantes do Governo de Antônio Carlos Pannunzio, foi passada a informação de que a via seria pavimentada ainda no ano de 2015. Depois, a administração municipal informou que houve problemas com a liberação de verbas, mas não deu mais detalhes.

“O que estamos cobrando agora é o cronograma da pavimentação dessa via, e por quais motivos ela ainda não foi asfaltada, já que se tratou de promessa do Governo Pannunzio aos moradores da região, sendo que na época a administração acenou com a existência de verba para isso”, diz Leite.

MP investiga crime ambiental contra o Rio Sorocaba

O Ministério Público do Estado de São Paulo está investigando o que pode ser um crime ambiental cometido contra um dos afluentes do Rio Sorocaba, que desce do bairro Caputera, passando pela Vila Rica. Trata-se do assoreamento provocado por um empreendimento imobiliário localizado na Avenida São Paulo, na altura do número 3.727.

A denúncia ao MP foi feita em fevereiro pelo vereador Carlos Leite (PT). A princípio, a denúncia foi indeferida, mas Leite recorreu ao Conselho Superior do órgão em São Paulo.

Para implantar o empreendimento em questão, toda a vegetação foi retirada, mas não foram feitas estruturas para conter o processo de erosão do solo, provocado pelas chuvas. Com isso, toneladas de terra são arrastadas do empreendimento para o córrego, muitas vezes causando a interdição parcial da Avenida São Paulo, que fica tomada por lama.

lavagem da avenida sao paulo lago da campari assoreado entrada do empreendimento barro na avenida sao paulo

Foi o que aconteceu, por exemplo, no último dia 18 de setembro, bem como no dia 27 de Janeiro. Por causa do temporal desses dias, toneladas de barro foram arrastadas para o córrego, sendo que uma grande parte ficou na Avenida São Paulo. A lama que desce o afluente está sendo depositada, em grande parte, no lago da empresa Campari, no córrego da Vila Rica, e na desembocadura do córrego no Rio Sorocaba.

“Trata-se de um completo absurdo cometido contra o meio ambiente. Quando estivemos na Avenida São Paulo, no dia 27 e no dia 18, vimos a enorme quantidade de areia e barro que tinha ido parar no córrego, sendo arrastada para o Rio Sorocaba”, diz o vereador Carlos Leite.

Para se ter uma ideia da quantidade de terra e areia arrastada do empreendimento imobiliário até o Rio Sorocaba, há uma represa nesse itinerário, da Campari, que ficou totalmente assoreada e precisou ter sua barragem ampliada, uma vez que enormes ilhas de areia estavam se formando, prejudicando todo o ecossistema local. Vale ressaltar que o lago possui um sistema permanente de dragagem, que garantiria que jamais ficasse assoreado.

“Trata-se do lago da Campari, que apesar de relativamente pequeno é ambiente extremamente rico em vida aquática. Mas o lago está sendo assoreado e enormes ilhas de areia se formando, diminuindo significativamente a área de vida para os seres aquáticos”, esclarece o vereador Carlos Leite. Para compensar o assoreamento, que continua ocorrendo a cada chuva, a empresa implantou na barragem do lago uma lâmina de metal de cerca de 20 centímetros. “Com esse dispositivo, as ilhas de areia ficaram submersas, mas o assoreamento continua”, afirma o parlamentar.

De acordo com a representação protocolada pelo vereador, o Ministério Público poderá requerer a reparação integral do dano ambiental com base na Lei número 6.938/81, por meio de proposição de ação civil e até criminal por danos causados ao meio ambiente. Leite também pediu ao MP que solicitasse à Justiça a suspensão das atividades do empreendimento imobiliário, bem como a imposição de multa.

Carlos Leite fiscaliza cratera em Brigadeiro Tobias

#NossoMandatoNãoPara – Estivemos hoje pela manhã no bairro de Brigadeiro Tobias, onde constatamos que a Rua Victor Gomes Correa está com o asfalto afundado e com uma enorme cratera.

O problema se deu, segundo moradores, por causa de um loteamento clandestino, cujas terras tem descido com frequência para a canalização da Rua, entupindo os dutos.

Com isso, as águas estão escorrendo por fora dos canos, sob o asfalto, provocando os vazios, que afundam com os veículos.

Dos problemas são notórios: a absoluta falta de fiscalização da Prefeitura em relação aos loteamentos, e a falta de qualidade da obra.

Esse é mais um descaso da administração municipal para com o bairro de Brigadeiro Tobias e Região. Estamos de olho e vamos cobrar soluções urgentes.

Quando estávamos saindo do local, após termos feito várias ligações para o Saae e para a Prefeitura, um caminhão da SERP e uma retroescavadeira apareceram, para remover as toneladas de terra que invadiram a pista, mais abaixo de nossa filmagem.

#TRABALHOeSERIEDADE

Após denúncia ao MP, Poder Público reforma estação de esgoto

A Prefeitura de Sorocaba e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) realizaram uma obra de melhoria da estação elevatória de esgoto do bairro Aparecidinha, na Rua Olga Amato. Aparentemente, o serviço melhorou a situação do forte odor fétido que inundava toda a rua, quando a estação tinha algum problema de funcionamento, o que ocorria com frequência.

Estação recebeu melhorias após denúncia ao Ministério Público.

Estação recebeu melhorias após denúncia ao Ministério Público.

Essa obra só se deu após o vereador Carlos Leite (PT) e moradores da Rua Olga Amato, terem ingressado no Ministério Público, em 31 de maio deste ano, denunciando o que entenderam tratar-se de crime ambiental, uma vez que toneladas de esgoto in natura eram despejados diretamente no córrego das imediações, sempre que a estação parava de funcionar.

“Os moradores sofriam 24 horas diárias com o mal cheiro, que invadia suas casas. Esses mesmos moradores também são privados de utilizarem a área verde que fica na frente de suas casas, pois a contaminação também é nociva ao homem”, diz o vereador Carlos Leite. “Esperamos que, com essa obra, o mal cheiro diminua sensivelmente”, diz ele.

Em resposta a pedidos de informação do vereador, o Saae informou várias vezes que o vazamento de esgoto era algo apenas pontual. “O que não era verdade, posto que os moradores reclamavam que o mal cheiro tomava a rua quase diariamente”, diz.

“Essa foi uma importante conquista para a comunidade da Aparecidinha, que após muitos anos de sofrimento, agiu de forma integrada e conseguiu uma melhoria. Vamos continuar monitorando o local para averiguar se o problema foi totalmente sanado”, comenta o vereador Carlos Leite.

Carlos Leite critica obras do CEI 03 que serão demolidas

#NossoMandatoNãoPara – Na tribuna, denunciei a falta de fiscalização e comprometimento com obras públicas por parte da Prefeitura. Como prova, está o CEI 03, construído há menos de cinco anos e que já será parcialmente demolido em decorrência das más obras feitas.

Em relação ao CEI 03, cobramos informações por meio de dois requerimentos e fizemos uma denúncia ao Ministério Público por improbidade administrativa.

Carlos Leite comemora sinalização para Santuário São Geraldo Majella

DSCF8179

A comunidade da Zona Norte, apoiada pelo mandato do vereador Carlos Leite (PT), conquistou uma importante obra. Trata-se da ampla sinalização viária do caminho do Santuário São Geraldo Majella, que antes não contava com placas e indicações, dificultando o acesso ao local, para onde milhares de fiéis se dirigem anualmente.

“Com essa obra, os fiéis conseguirão chegar com mais facilidade ao Santuário, que é um local importantíssimo para os cristãos católicos, muitos dos quais tinham grande dificuldade para chegar à área por falta de sinalização adequada”, explicou Carlos Leite.

Desde 2013 o parlamentar cobrava essa sinalização, por meio de indicações, ofícios e reuniões. “Finalmente a obra saiu do papel. Fico grato à Urbes pelo excelente trabalho realizado, que em muito facilitará a vida dos fiéis”, comemorou o vereador.

Carlos Leite comemora implantação de lombotravessia na Rua Alcindo Guanabara

carlos leite acompanha a pintura da lombotravessia

A comunidade do bairro Árvore Grande, apoiada pelo mandato do vereador Carlos Leite (PT) conseguiu a implantação de uma lombotravessia na Rua Alcindo Guanabara, em frente ao Centro de Educação Infantil 20. A obra foi concluída nesta terça-feira (30).

Pais, professores e pedestres solicitavam o equipamento há tempos, em decorrência da alta velocidade com que veículos trafegavam pelo local, colocando em risco a integridade física de todos.

“Com esse equipamento, a travessia da Rua ficou mais segura. Os pais, alunos e professores finalmente foram contemplados com essa importante conquista para o bairro”, celebrou o vereador Carlos Leite, que fez vários pedidos solicitando a lombotravessia na via.

Carlos Leite cobra ações da CPFL em reunião

O vereador Carlos Leite (PT) realizou, nesta quarta-feira (24) reunião com os representantes da empresa CPFL Energia, Maria Cristina Carli, Gerente de Negócios, e João Cerejo, Engenheiro, para debater diversos assuntos, dentre eles, a extensão de rede de energia para várias vias que hoje não contam com o serviço, implantação de bicos de luz em postes, e melhorias no sistema de fornecimento de energia em vários bairros.

O ponto alto da conversa foram as podas de árvores. “Além de fazer várias solicitações, reclamamos da demora da CPFL em desobstruir as calçadas após as podas”, descreve o vereador Carlos Leite.

Os representantes garantiram que esse foi um problema pontual que tiveram com uma empresa terceirizada, que deixava os restos por dias nas calçadas, após as podas emergenciais.
“Eles nos disseram que esse problema já foi resolvido, e não ocorria com as podas programadas, somente com as emergenciais. Nós chegamos a denunciar a situação ao Ministério Público”, diz Leite.

DSC_0052

Vereador consegue lombada para Avenida do Jardim Vera Cruz

A comunidade do Jardim Vera Cruz, apoiada pelo mandato popular e participativo do vereador Carlos Leite (PT), conquistou a implantação de uma lombada na Avenida Santa Cruz, em frente ao Condomínio Spazzio Della Vita, por onde milhares de veículos trafegam diariamente.

Os moradores temiam que um acidente ocorresse, porque vários carros transitavam na via em alta velocidade, expondo os pedestres ao risco de atropelamento. Os moradores do condomínio solicitaram a intervenção de Leite junto à URBES, que entendendo como justa a solicitação, implantou o equipamento.

O vereador solicitou a implantação da lombada no dia 12 de janeiro de 2015, recebendo informações da URBES de que o redutor de velocidade era viável e seria implantado.

Carlos Leite já havia conseguido a implantação de duas outras lombadas na Avenida Santa Cruz. Uma próximo à Rua Ernestina Vieira Neves, e a outra próxima à Rua Jacinta Sanches. Além disso, a URBES realizou a melhoria da sinalização vertical e horizontal nos locais.

“Essas foram conquistas importantes para os moradores e usuários da Avenida Santa Cruz, que criticaram a velocidade com que muitos veículos transitavam pelo local. Agora, há mais segurança para todos, tanto para pedestres quanto para motoristas”, disse o vereador Carlos Leite.

24011600

« Older Entries