Tag Archives: Melhorias nos Bairros

Desapropriação de linha férrea gera polêmica e continua em discussão

A Câmara Municipal de Sorocaba iniciou, nesta terça-feira (14), as discussões sobre o projeto de lei do vereador Carlos Leite (PT) que declara de utilidade pública, para fins de desapropriação, um ramal da linha férrea da cidade que pertence hoje ao Grupo Votorantim, e que o próprio grupo já declarou que não tem mais interesse em mantê-lo funcionando. Por falta de tempo regimental, o projeto, que é constitucional, não chegou a ser votado e continua em pauta, para a próxima sessão.

DSC_0043

O ramal que Carlos Leite declara de utilidade pública se inicia no bairro Parada do Alto e segue até a ponte Francisco Delosso, centro de Sorocaba. Leite determina, em seu projeto, que seja implantado um parque linear no local, com pista de caminhada. Hoje, apenas mato e entulho são encontrados nesse ramal da linha férrea, prejudicando os moradores e a comunidade lindeira.

Durante a discussões desta terça-feira, vereadores qualificaram a área da linha férrea como sendo uma das “primeiras minicracolândias” de Sorocaba, já que o local é ponto comum de tráfico e uso de drogas.

Em 18 de junho deste ano, o parlamentar se reuniu com dezenas de moradores da rua Cervantes, que cobraram medidas para combater os problemas trazidos com a permanência da linha ferroviária desativada, que passa por centenas de casas, inclusive por uma escola.

Na ocasião da reunião, os moradores pediram a implantação de um parque linear, ou a transformação do local em uma via de tráfego. “Com o parque e uma pista de caminhada, conseguiremos melhorar muito a qualidade de vida dos moradores locais”, acredita Carlos Leite.

Em 13 de março de 2013, o vereador havia solicitado diversas informações junto ao Governo Municipal, sobre a possibilidade de transformação da área da linha férrea em um parque linear, sendo que a Prefeitura se manifestou favorável à ideia.

Carlos Leite se reúne com URBES e cobra série de melhorias

O vereador Carlos Leite (PT), acompanhado de moradores e lideranças comunitárias da região do Piazza di Roma e da Vila Haro, realizou uma reunião na URBES – Trânsito e Transportes, onde reivindicou uma série de melhorias para essas regiões. Dentre as reivindicações, está a implantação de redutores de velocidade na Rua Pedro José Senger, Vila Santa Tereza. O parlamentar pede a implantação de ao menos quatro desses dispositivos ao longo da via, por onde os carros trafegam em alta velocidade.

1910590_543818359061447_215810904878973123_n

“Há tempos os moradores da Rua Pedro José Senger pedem esses redutores de velocidade, e tenho convicção de que é um pleito justo e necessário. Por essa razão, fomos à reunião cobrar esses pedidos, que já fizemos via documentos oficiais ao longo de 2013”, destacou o vereador Carlos Leite.

Um pleito bastante antigo e que agora vai sair do papel é um semáforo na confluência das Ruas Pedro José Senger com a Martins de Oliveira, que Carlos Leite cobra desde a época em que era líder comunitário da região da Árvore Grande. Em fevereiro de 2013, o vereador encaminhou um requerimento à URBES cobrando a medida, sendo informado que o semáforo será implantado nas próximas semanas.

Outras demandas para a região são a implantação de uma faixa de pedestres e um conjunto semafórico no entroncamento das Ruas Pedro José Senger e Ramon Haro Martini. Esses pedidos foram intensificados pelo vereador.

Já para a região dos bairros Piazza di Roma e adjacências, Carlos Leite reiterou pedidos feitos à URBES pela Associação de Moradores local, que pede a instalação de uma lombofaixa na Rua Mário Soave, no Central Parque, e sinalização adequada na Rua Vicente Dias, em frente ao CEI 97. O presidente da Associação de Moradores do Piazza di Roma e Adjacências ressaltou que se trata de área escolar, hoje desprovida de obstáculos, o que permite o desenvolvimento de velocidade alta e incompatível com a segurança dos estudantes.

Um outro pleito antigo de moradores da região do bairro Vila Rica e Vila Mathilde, Zona Leste, foi cobrado pelo vereador Carlos Leite: a instalação de um semáforo na Avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes, na altura do número 1.100. “A URBES infelizmente descartou a possibilidade de atender a esse pedido, alegando que fará uma reestruturação do local. Vamos acompanhar essa promessa da URBES e cobrar para que saia do papel”, disse o vereador.