Discurso de Entrega de Título de Cidadão Sorocabano ao Sr. Sandro Vimer Valentini

Boa noite amigos e amigas aqui presentes, público que nos assiste pela TV Legislativa. Boa noite autoridades convidadas para esta solenidade de entrega do Título de Cidadão Sorocabano ao Ilustríssimo amigo Sandro Vimer Valentini, em nome de quem cumprimento a todos os parentes de nosso homenageado, presentes esta noite.

Boa noite Sandro, que hoje se torna o mais novo cidadão sorocabano, por meio do decreto número 15 de 2014, aprovado por unanimidade por esta Casa de Leis.

Foi com muito prazer que sugerimos a outorga desse título de cidadania a Sandro Vimer Valentini. Todos os aqui presentes sabem do empenho, do trabalho, da qualidade e do comprometimento da atuação deste homem em prol do desenvolvimento de nossa região e da concretização de tantos sonhos.

De nada adianta um homem trabalhar somente para si. Ele pode obter sucesso, acumular fortuna, ser publicamente aclamado, e até invejado por uma multidão de pessoas. Um homem que trabalha somente para si pode semear muitos campos, mas fatalmente estará sozinho na hora da colheita. Quando muito, os ladrões dividirão com ele o tempo de colher seus frutos. Tristemente, nenhum amigo sentará à mesa para partilhar do resultado de tanto trabalho.

Já o homem que planta para si e para os outros, não acumulará tantos bens quanto o primeiro, mas será feliz na hora da colheita, porque dividirá a mesa com amigos e, felizes, planejarão novas ações para o futuro.

Esta é a categoria de homens como Sandro, hoje Superintendente Regional da Caixa Econômica Federal.

Falamos deste palmeirense e são-bentista apaixonado, que começou lá nos idos de 1980 como ajudante geral da Auto Mecânica Forcel, se tornou auxiliar de escritório na Solar Negócios Imobiliários, passou a contínuo e gerente na Contact Financiamentos, galgando posteriormente o cargo de gerente de operações na Finasa Banco Mercantil de São Paulo, até ingressar como escriturário na Caixa.

Diante de sua competência, de seu carisma e de seu talento, Sandro evoluiu funcionalmente na Caixa, passando para os cargos de Caixa Executivo, Supervisor de Agência, Gerente Adjunto, Gerente Geral, Gerente de Mercado e Gerente Regional.

 

Hoje, é Sandro quem coordena as atividades de dezenas de agências da Caixa Econômica Federal na região de Sorocaba. Essa posição profissional demandou intensa dedicação, trabalho sério e o profundo desejo de compartilhar: compartilhar tempo, experiência e conhecimento com seus colegas de trabalho, com seus supervisores e subordinados, com seus amigos e clientes.

Uma carreira brilhante como a de Sandro não se ergue em dias, semana, meses. São anos atendendo e entendendo as necessidades de milhares de clientes da região, que se apóiam na Caixa Econômica Federal e na competência de Sandro, para realizar sonhos, construir vidas, escrever histórias.

Para muitos, Sandro não foi um gerente, um funcionário: foi um amigo, um companheiro, um ouvinte atento que fez e faz o possível para atender as demandas dos brasileiros que chegam até ele transbordando de sonhos. Quando atender uma demanda era impossível, Sandro compartilhava do sentimento de frustração do cliente e passava orientações valiosas.

Trabalhar na Caixa Econômica Federal não é tarefa para qualquer um.

Criada em 1861, a CAIXA não é apenas um banco, mas uma instituição presente na vida de milhões de brasileiros. Os trabalhadores formais do Brasil têm na CAIXA o agente responsável pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), pelo Programa de Integração Social (PIS) e pelo Seguro-Desemprego. A CAIXA também marca presença por meio de programas sociais, como o Bolsa Família, e unidades lotéricas.

A CAIXA exerce um papel fundamental na promoção do desenvolvimento urbano e da justiça social do país, uma vez que prioriza setores como habitação, saneamento básico, infraestrutura e prestação de serviços, contribuindo significativamente para melhorar a vida das pessoas, principalmente as de baixa renda.

Em 1989, após ter sido aprovado em concurso público, ele foi chamado para exames de contratação na CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, onde ao ser contratado assumiu um propósito pessoal de focar a carreira gerencial, o que o levou a trabalhar em 14 lotações distintas até a presente data (24 anos e 5 meses) e atual cargo.

Como empregado da Caixa, Sandro teve a oportunidade de participar de projetos que só um banco com a dimensão da CAIXA lhe permitiria, dentre os quais: Programa de Desmobilização do Governo Federal em Brasília (projeto de venda dos imóveis funcionais da União), Programa Carta de Crédito Associativo (programa de construção de imóveis para famílias de baixa renda, onde na cidade de Guaratinguetá contratou o primeiro contrato assinado no Brasil), Programa de Inclusão Bancária do Governo Federal (programa nacional da CAIXA, onde liderou uma ação de inclusão bancária para trabalhadoras da Zona Norte da cidade de São Paulo nos bairros Brasilândia e Cachoeirinha), Programa de Arrendamento Residencial, Programa de Microcrédito Produtivo, Programa Bolsa Família, e outros.

Atualmente como Superintendente Regional da CAIXA, Sandro tem a oportunidade de trabalhar pela construção de um pais mais justo onde busca levar a cidadania, moradia, trabalho e melhoria da renda para todos os Brasileiros.

Em Sorocaba, como em toda a Região, Sandro tem sido peça fundamental para a realização do sonho da Casa Própria para centenas de famílias.

Todo esse percurso profissional se deu atrelado a uma sólida base intelectual. Sandro cursou o primeiro grau na Escola Estadual de Primeiro Grau NAVARRO DE ANDRADE, concluído em 21/12/1979, sendo aluno aplicado.

Cursou o ensino secundário na Escola Estadual de Segundo Grau Prof. Eudécio Luiz Vicente, concluído em 17/12/1982, onde se formou técnico em mecânica.

Em 1990, ele se formou Bacharel em Ciências Contábeis pela Faculdade de Ciências Contábeis de Lucélia, e fez extensão universitária em Consultoria Empresarial pela Universidade de Brasília, pós-graduando-se, posteriormente, em Administração de Marketing e Comércio Exterior. Sua formação intelectual culmina com um MBA em Finanças pela Universidade Federal de São Carlos.

Enquanto diversos países naufragam nas crises, provocadas pela ensandecida busca do crescimento a qualquer custo, o Brasil vive hoje um dos melhores, talvez efetivamente o melhor, período de sua existência. Aqui, vemos políticas públicas voltadas para os pobres, para retirar milhões de pessoas da miséria, para dar educação e saúde para as pessoas. No Brasil, o filho do pobre está virando doutor, o número de bolsas de estudo cresceu de forma avassaladora e a quantidade de vagas em universidades e cursos técnicos públicos se multiplicou maravilhosamente.

Recentemente, um sábio e observador cuidadoso da condição humana, falou aos empresários de todo o mundo: “Por favor, abram os olhos e não fiquem de braços cruzados!”. A exortação desse sábio conclamava os empresários a encarar com fé e esperança o momento atual e o trabalho, e se lançar à construção de um mundo melhor.

Sandro, aqui em nossa região, você representa a possibilidade de centenas de empresas, de prefeituras, de pessoas físicas, se lançarem à construção de um país melhor, pela força do trabalho e da fé.

A participação e liderança de Sandro nos movimentos da pastoral da juventude católica, na Renovação Carismática Católica e no voluntariado junto ao Instituto de Assistência ao Menor de Adamantina, permitiram a ele realizar as primeiras experiências como líder e idealizador de projetos, assim como no Grupo de Jovens Nova Aliança, como fundador e coordenador, onde realizou, junto a seus pares, grandes feitos na evangelização e catequese de jovens.

Para Sandro, tais experiências são as mais importantes de sua juventude, e muito contribuíram para sua formação e definição de seu caráter. Sandro é membro do Clube dos Amigos para Sempre e da igreja Evangélica de Pinheiros, de Votorantim.

Sabemos o quanto você próprio se doou e se doa, diariamente, para atender a todos os pedidos que lhe chegam. Tanto trabalho e abnegação são apoiados por uma família amorosa e fiel.

Sandro Vimer Valentini nasceu em Adamantina, em 18 de maio de 1965. Hoje aos 49 anos, mostra-se filho amoroso, pai exemplar e marido atencioso. Ele é filho de Vimer Valentini e Ilda Ginez Valentini, progenitores que se orgulham da brilhante trajetória pessoal e profissional de seu filho.

Sandro é casado com Cristina Rachel Gonçalves Valentini, com quem tem dois filhos: Vanessa Bottasso Valentini, 22 anos e Sandro Vimer Valentini Junior, 20 anos; além de dois enteados, Bruno Plumari, 24 anos e Daniela Plumari, 21 anos, e uma linda princesinha, sua neta, Sarah Plumari.

Por todo esse currículo, por ter sempre se dedicado com fé e esperança ao trabalho, e dividido as conquistas com seus irmãos de caminhada; por jamais ter deixado de trabalhar pela dignidade humana e pelo bem comum, é que hoje conferimos esta homenagem a este grande cristão.

 

Parabéns Sandro Vimer Valentini, cidadão sorocabano. Muito obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *